Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mistérios, mentiras & modas

Mistérios, mentiras & modas

18
Jan18

11° dia da dieta dos 31 dias

E já vão 11 dias da minha dieta. Como o tempo passa depressa. Uma pessoa pensa que precisa de fazer uma dietazinha e vai adiando, adiando e afinal não é assim tão mau.

Lembro-me da preparação para o primeiro dia: a lista de compras, a mentalização que segunda-feira é que vai ser, o despedir das asneiras que levaram ao aumento de peso e a parte final que é pesar e medir.

Vamos às refeições deste dia:

Pequeno-almoço

2 fatias do meu pão de alfarroba com queijo mais um chá.

 

Snack da manhã

Um iogurte skyr mais 6 amêndoas.

 

Almoço

Creme de tomate mais pescada ao vapor.

 

Snack da tarde

Uma cenoura crua mais gelatina.

 

Jantar

Creme de tomate mais um descafeínado.

Este creme de tomate foi feito com cebola, tomate e curgete e ficou excelente.

A marmita para o dia seguinte

Depois do jantar preparei a marmita do dia seguinte: fiz umas mini quiches sem massa.

Estou curiosa para ver como ficaram. Basicamente piquei vários alimentos como cenoura, fiambre, pimento, couve coração, salsa e queijo. Numa forma de silicone fiz vários montinhos com esses alimentos. Foi um bocado ao calhas, mas deixei sempre o queijo no topo.

A seguir bati 5 ovos, juntei um pouco de leite e umas natas de soja. Temperei tudo com sal, orégãos e pimenta preta. Coloquei isto em cima dos legumes e foi ao forno 40 minutos a 180°.

Que tal?

IMG_20180118_212254.jpg

 

 

 

 

 

18
Jan18

Dias 9 e 10 da minha dieta

Ena pá já estou atrasada com as minhas rotinas na dieta dos 31 dias.
Com a história do euromilhões quase que ia pelo caminho das asneiras. Sim, eu sinto que o meu humor mexe com aquilo que vou comer.
E é isso que tenho de controlar.

 

Então vamos lá primeiro ao dia 9
Sinto que já me estou a adaptar bem a esta dieta embora às vezes tenho dúvidas nos acompanhamentos.

Resumidamente, o pequeno almoço foi uma fatia de pão de alfarroba com um ovo mexido e um chá sem açúcar; o snack da manhã foi um iogurte skyr e 3 nozes; o almoço salmão grelhado com couve-flor e feijão verde cozidos; o snack da tarde foi gelatina + queijo + um café; (uma hora depois fui treinar durante 60 minutos) o jantar foi um panado de peru com cenoura ralada.

É deste panado de peru que quero falar. Tinha lá uma data de bifes de peru e ao folhear o livro da doutora Ágata Roquette encontrei uma receita que em vez de pão ralado usava farinha de linhaça. Eu já usava linhaça quando fazia uns wraps e gosto muito.
Basicamente temperei os bifes com alho, sal e sumo de limão e deixei marinar uma meia hora. Depois coloquei num prato a linhaça e noutro prato bati dois ovos.
Usei óleo de coco na frigideira e passei os bifes pelo ovo e depois pela linha linhaça.
Pode não ser mega saudável porque é frito, mas é tão bom!

 

Dia 10
Mais uma vez comi o pão de alfarroba com manteiga de amendoim e um chá sem açúcar; o snack da manhã foi um iogurte skyr e 3 nozes; o almoço panado de peru com salada de alface e tomate; o snack da tarde foi só queijo (e quase a correr, acho que ia treinar sem comer quando me lembrei que tinha estado a tarde toda sem comer... fui treinar 1 hora e 30 minutos); o jantar foi uma lata de sardinhas em azeite.
O marido estava a fazer umas belas entremeadas grelhadas, mas eu consegui resistir. Podia ter acompanhado melhor as sardinhas, mas estava tão cansada que só queria despachar-me.

Depois do jantar comecei a preparar a marmita do dia seguinte: pescada ao vapor.
Não gosto muito de pescada, mas sei que me faz bem, tenho de fazer um esforço para comer.
Eu consigo, eu sei que sim.

 

Fica a foto do pão que fiz neste dia 10 e que já congelei para ter sempre à mão aos pequenos almoços. Querem ver?

IMG_20180117_214124.jpg

 

18
Jan18

E você diz obrigada/o?

 

Untitled.jpg

 


Sei que o dia do obrigado foi há uns dias atrás, mas só hoje precisei de agradecer.
Sei também que devemos estar sempre agradecidos, tenho saúde, trabalho, amor... devia agradecer todos os dias. Mas há momentos que têm de ser descritos.

 

O meu primeiro comentário
Quando comecei este blog tinha os comentários fechados. Às vezes via muita maldade noutros blogs na internet e não queria isso para mim. Mas há uns dias atrás chamaram-me a atenção que há comentários que podem ser bons e que eu ia ganhar com eles.

Esta semana recebi esse comentário, e com algum receio fui ler. Era da "Bruxa Mimi" que me desejava sorte e dava-me força para continuar a minha dieta.
Foi tão bom receber esta força. Tão bom, tão bom que sem querer eliminei o comentário.
Na verdade tinha dois comentários repetidos da mesma pessoa (exatemente iguais) e ia apagar um e aprovar o outro.
Quando cliquei no apagar, desapareceram os dois para tristeza minha.
Mas as suas palavras ficaram gravadas na minha mente e por isso eu queria dizer obrigada.

 

E você diz obrigada/o?
Voltando ao tema do obrigada, ontem no autocarro um senhor estava tão distraído a falar ao telemóvel que nem reparou quando se levantou que tinha deixado uma pasta azul no seu lugar.
Ele estava quase a sair quando eu fui atrás dele e perguntei: "esta pasta é sua?" ao que ele me responde: "é sim" e continuou a sua conversa ao telefone.

Eu pensei, ok, nem disse obrigada, mas não consigo ficar chateada com isso. Em vez de ter ficado aborrecida por ele não agradecer o meu gesto, comecei a sorrir e a pensar nas vezes que já me esqueci de coisas (relembro o caso do euromilhões...) e sempre agradeci o gesto que tiveram comigo.

Mas eu faço questão de agradecer a olhar nos olhos, porque sem aquele gesto solidário, eu iria perder algo.

Ok, já sei que querem saber o que "quase" perdi com as minhas distrações: luvas, passe, cartão da empresa, documentos.

 

Eu posso ser distraída às vezes, mas gosto de retribuir quando me fazem coisas boas, mesmo que no fim não receba um obrigada ou obrigado.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.