Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mistérios, mentiras & modas

Mistérios, mentiras & modas

22
Mar18

20 dias depois os resultados... negativos

eat-3236971_1280.jpg

 

Pois é, no dia 2 de março estava entusiasmada com um novo plano alimentar, sem laticínios e com hidratos de carbono ao almoço, desde que fosse treinar.

Os primeiros dias até correram bem, mas depois chegou o fim de semana e a vontade de comer este mundo e o outro. O desejo foram as amêndos de chocolate e gelado, claro.

Passou esse fim de semana, mas as asneiras continuaram, todos os dias uma diferente, um almoço, um lanche, um jantar.

Duas semanas depois falei com a nutricionista, não estava a correr bem, não estava a conseguir controlar-me nas asneiras e claro tinha mil e uma desculpas, válidas para mim, como sempre.

 

Começar de novo

A nutricionista disse "comece agora". "Ok", pensei eu, "lá vamos nós outra vez".

A parte dos laticínios foi fácil de controlar, porque nem gosto de leite, mas a insistência em comer fruta várias vezes ao dia acaba por me cansar. Não tenho assim tanta fome para isso.

Este fim de semana que passou até me portei bem e consegui seguir o plano, mas depois no dia do pai (segunda-feira) fui jantar fora e não resisti a umas batatas fritas e um sobremesa.

 

"Pronto, foi só isso", pensei eu. Mas não.

Ontem quarta-feira, lá estava a almoçar e veio aquela vontade de acompanhar a refeição com umas batatas de pacote. Ah e tinha lá umas vianettas esquecidas no congelador e lá foram duas fatias. Para terminar e acompanhar o café umas waffers de chocolate.

À tarde ainda fiz um bolo e claro tive de provar uma fatia.

Depois de tudo isto pensei, hoje não vou ao ginásio, fui segunda e terça, hoje descanso. Está frio, fiz asneiras, é melhor esconder-me em casa.

Mas depois a minha filha acabou por insistir comigo e até disse "mãe, tens de ir queimar as calorias que comeste" e eu penso se ela realmente sabe o que são calorias... mas sabe de certeza que eu não devia ter comido tudo aquilo...

Acabei por ir e realmente fez-me bem. Claro que não devo ter perdido tudo aquilo que comi, mas pelo menos fiz alguma coisa e enfrentei os meus demónios.

Às vezes dou por mim a pensar que tenho muita sorte em ter uma boa vida.

Os meus filhos são amorosos, adoráveis, tenho um marido que eu amo.

Falta só mesmo conseguir perder este peso extra, mas sem por muita pressão em mim.

Devagar se vai ao longe e temos de levar um dia de cada vez.

 

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo